• Thiago Lima

A alta das commodities agrícolas e o milagrinho na economia brasileira do governo Lula

Por Igor Palma Barbosa.


Resumo: O efeito positivo da alta nos preços das commodities agrícolas não é suficiente para explicar a totalidade dos efeitos positivos trazidos pelo “Milagrinho” promovido pelo governo Lula (2003-2010). A maior entrada de divisas e a formação de reservas cambiais via comércio internacional sedimentaram, no primeiro momento, as condições para a dinamização do mercado interno. O setor agrícola, por sua vez, tem sua importância confirmada não só pelos indicadores econômicos como também pela diplomacia comercial da administração petista em foros multilaterais internacionais, como é o caso da atuação brasileira na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC). Com o objetivo de entender a conexão entre o cenário externo otimista para as economias exportadoras de commodities e seu impacto para as decisões políticas do governo Lula, realizou-se um estudo de caso sobre a administração lulista e foi verificado que políticas de estímulo ao consumo e investimentos públicos atrelados a facilitação do acesso ao crédito, valorização do salário mínimo e criação de programas de transferência de renda, deram a tônica aos avanços sociais alcançados, principalmente, no segundo mandato do governo Lula.


Acesse o artigo publicado pelo periódico Conjuntura Global aqui: https://revistas.ufpr.br/conjgloblal/article/view/75712

3 visualizações0 comentário

©2019 - Fome e Relações Internacionais - FomeRI.