• Thiago Lima

Direito sem Fronteiras - Fome no mundo cresce e ameaça mais de 800 milhões de pessoas

A insegurança alimentar se agravou fortemente no ano passado. Cresceu 22% em 53 países ou territórios. Boa parte dessa tragédia pode ser explicada pela pobreza gerada pela pandemia de Covid-19 e pelas catástrofes naturais causadas pelas superexploração do meio ambiente. Neste ano, surgiu um terceiro fator – a guerra na Ucrânia. O país é grande produtor e exportador de alimentos, mas não consegue manter esse papel por causa do conflito. As grandes potências têm estoques de comida que poderiam ser usados, mas são acusadas de não ter interesse em combater a fome. Recentemente, os Estados Unidos, por exemplo, ofereceram 40 bilhões de dólares em armas para a Ucrânia, mas só destinaram 600 milhões de dólares para as campanhas contra a fome.


O jornalista Guilherme Menezes conversou sobre o assunto com Thiago Lima - professor de Relações Internacionais e coordenador do Grupo de Pesquisa sobre a Fome na Universidade Federal da Paraíba – e com Mateus Silveira - advogado, mestre em Direitos Humanos, professor de Direito Internacional e Direitos Humanos.


Veja a entrevista completa no canal da TV Justiça

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Por Ellen Maria Oliveira Chaves O ano de 2020 se caracterizou como um período sem expectativas para a diminuição da fome no mundo. A esperança foi depositada nos anos seguintes para reduzir não só os

Por Monalisa Lustosa Nascimento e Alexandre Cesar Cunha Leite* “Comer pé, carcaça, aqui em casa tá sendo luxo quando tem. Nem ovo a gente pode comprar mais, porque tá caro!” Ionara Jesus, mulher, dese