• Thiago Lima

Países desenvolvidos não têm interesse em eliminar a fome no mundo, diz professor

O secretário-geral da ONU Antonio Guterres fez um alerta de que a guerra na Ucrânia ameaça criar uma onda sem precedentes de fome, com caos econômico e social à beira de acontecer.

Na avaliação do professor de Relações Internacionais coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Fome da Universidade Federal da Paraíba, Thiago Lima, a questão da fome é anterior à guerra e mesmo à pandemia.



“A crise que vivemos hoje e que provavelmente viveremos nos próximos anos já vinha numa ascensão decorrentes de diferentes fatores”, disse, à CNN Rádio.

De acordo com ele, “países desenvolvidos não têm interesse em eliminar a fome no mundo.”

“As grandes potências possuem estoques de alimentos que poderiam ser mobilizados, mas é uma questão não só de olharmos a guerra, mas o contexto global.”

Como exemplo, o professor contou que os Estados Unidos forneceram 40 bilhões de dólares para armamentos na Ucrânia e, em contrapartida, 600 milhões de dólares para o combate à fome.

“Não há interesse real em eliminar o problema e não é de agora, países em desenvolvimento fazem espécie de ‘gestão da fome’, para que ela não torne um problema mais grave do que a fome em si.”

Matéria publicada originalmente em pela CNN Brasil e disponível aqui

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Por Alexandre Cesar Cunha Leite* Vou iniciar lançando mão de um clichê, porém, verdadeiro e que precisa ser continuamente reforçado, infelizmente: o Brasil é um país de dimensões continentais, abundan